19

mar

2016

Diário do final de semana

eu e SueNesse último final de semana recebi minha adorada amiga Suzana de muitos anos, que é Argentina, mas pra mim é quase uma Brasileira. Eu estava morrendo de saudades dela!!

Enquanto eu estava no Brasil nos últimos anos, um oceano nos separava, porque ela se mudou para a Itália e hoje mora em Londres, mas a saudade o Skype e o WhatsApp nos mantiveram presente na vida da outra. Aconteceu algumas vezes de ficarmos meses sem responder a outra por correria do nosso dia a dia ou por aventuras da própria Suzana pelo mundo afora, mas nossa amizade se manteve forte e os áudios do WhatsApp se tornaram cada vez mais longos, né dona do dedo poderoso?!(ela já bateu vários recordes de áudio no whats hahaha) e a nossa história merece um livro de alguns volumes (meu amor é meu amor por causa dela, juro).  Mas isso não é assunto para hoje.

Quero contar como foi o nosso final de semana que foi divertido na medida, bem animado anoite, cultural no domingo e econômico na minha opinião, não sei pra ela porque ela é acostumada com mais aventura e eu e o Nicolaj a única aventura que temos é correr atrás da Natalie e tentar trocar a fralda dela ou prender a cabeleira dela.

Aqui em Munique cada bairro é cheio de parques para as crianças chamado de Spielplatz (tradução: lugar-de-brincar) e o nosso bairro é um bairro mais tranquilo de várias famílias, sem estudantes ou movimento de carros ou comercio, tem vários desses parques, normalmente em cada conjunto de prédios tem um e como tudo é aberto, qualquer pessoa pode ir com suas crianças.

Próximo daqui tem um pequeno lago onde tem patos nadando e a Natalie e o Gabriel adoram passear por lá, Gabriel estava indisposto e preferiu ficar em casa e ver tv (e ele não gosta de fotos). Saímos apenas por uns 40 minutos e logo voltamos e nós duas fomos fazer um passeio no shopping para pôr a conversa em dia.

E eu como uma boa mato-grossense não consigo imaginar outro lugar para passear com a amiga se não for no shopping, ao menos em Rondonópolis é o único ponto de referência, no único shopping da cidade e a opção é sempre lá ou em um bar com música bem alta sertaneja, rsrs.

Decidi ir em um shopping que conheci a pouco tempo, e a corajosa da Suzana já dispensou nosso motorista (Nicolaj) e prontamente decidiu que iriamos de ônibus. Eu nunca ando sozinha em transporte público aqui porque cada vez me perco ou desço errado, nunca me arrisco a não ser que já fui mais de uma vez com alguém. Morei em cidades grandes no Brasil, mas o interior não saiu de mim ainda.

Porem pareceu fácil porque era apenas um ônibus que nos deixava na entrada do shopping e ele saia do outro lado da rua do nosso apartamento e não precisava trocar várias vezes e pegar não sei quantos metro, era bem pertinho.

Conversamos tanto, rimos tanto que por fim perdemos a hora do café, nem sentamos direito pra tomar o prometido café ou chá, mas para não passar batido e dizer que não fomos lá em vão, douglasvasculhamos a “Sephora” daqui que é a Douglas (foto ao lado), comemos uma pizza e voltamos para nos preparar para a balada mais tarde, (eu a meses não ia em uma balada de verdade, apenas em bar).

Deixamos as crianças com meus sogros que vieram de visita no mesmo dia. E fomos buscar nosso amigo e em seguida jantar, é claro.

 

Junto com nosso amigo levamos a bonita no lugar mais alemão de toda a Alemanha, é o bar e restaurante mais típico e visitado por turista de toda a Bavária, o Hofbräuhaus. promoted-media_55d52b0c1259e

oompa_bandO Hofbräuhaus é um bar muito tradicional, com música típica, cerveja só de 1 litro. A Sue não bebe nada alcólico e nunca bebeu na vida, mas pra quem não bebe tem o Spezi que é uma mistura que só encontrei aqui; de Coca-Cola com Fanta, é a bebida oficial das crianças e claro que quem não toma refrigerante tem e deve pedir o Apfelsaft, o suco de maçã, que na verdade é apenas um suco filtrado mas diluído em agua com gás porque eles não curtem nada doce demais, nem suco nem torta nem o próprio doce. Sempre é açúcar na medida e eu adoro isso.

Os pratos sempre são a base de porco e quem é vegetariano, vai se sentir um pouco mal e passar fome dependendo onde for, porque a comida alemã é bem pesada e a base de carne de porco e muita salsicha.

No Hofbräuhaus, fomos mesmo só para comer e em seguida fomos em uma balada que ameeei chamada: Lucky Who. Lugar legal, pessoas bonitas e fashions, bebida com preço ótimo drinks com os preços ótimos também e o melhor de tudo: entrada free.SUEEU

O chato ao menos pra mim e talvez porque me sinto sempre cansada com duas criancas e ando odiando lugar cheio demais, e lá foi lotando, mas lotado no nível daqui, que é o meia boca no Brasil,rsrs, não lotado como no Brasil que tem gente de sanduiche e fila longa lá fora.

Mas eu e Sue não tinhamos muito espaço pra bater cabelo,(rsrs) a música é ótima com hip-hop alemão mas um pouco parado para duas latinas. Queríamos um pouco de salsa, Shakira, funk hahaha daí quando começamos a querer lugar pra sentar decidimos ir embora e acabamos em um bar quase fechando, tomamos refri conversamos com garçom que era alemão porém falava português de Portugal e nos sentimos em casa.

EU E SUZANA

 

 

 

No outro dia fomos ao centro da cidade andar um pouco, conversar mais, receber orientação cultural do meu amor.

Para finalizar nosso passeio fomos tomar um chá e comer uma torta no café do Haus der Literatur (casa da literátura).

 

O voo dela era as 20h, então antes fomos em um restaurante no caminho do aeroporto que teve um atendimento que nunca vi igual trouxeram nossos pratos em 5 minutos após o pedido.

12874555_1054246964598087_470744502_o (1)12675064_1054246971264753_1902803502_o Depois do jantar rápido deixamos nossa amiga no aeroporto e bateu já uma grande ansiedade para uma próxima visita dela aqui. E neste momento estamos com os emocionantes áudios hehehe.





Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

Me segue no

Instagram

Mulheres Divas • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por